Joyce Silva Pintando Poemas-Todos de minha autoria
É Deus que te faz entender toda poesia. E torna mais valiosa a vida.
CapaCapa Meu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
28/03/2013 05h06
Maya minha princesinha

Momentos com minha princesa.


Publicado por Joyce Silva em 28/03/2013 às 05h06
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
28/03/2013 05h03
Penso em você é uma canção que eu não consigo esquecer...


Publicado por Joyce Silva em 28/03/2013 às 05h03
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
28/03/2013 04h58
CLIP QUE EU FIZ NOVO


Publicado por Joyce Silva em 28/03/2013 às 04h58
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
19/01/2013 03h53
EU E MINHA PRINCESINHA MAYA.S2

S2


Publicado por Joyce Silva em 19/01/2013 às 03h53
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
13/01/2013 22h23
.

 

“Então vem, repouse os seus medos nos meus ombros. Adormece o seu cansaço nos meus braços. Descanse suas pálpebras nos meus olhos. Deságue um pouco dessas lágrimas nos meus dedos. Encaixe a sua alma bem aqui, nesse espaço largo que eu chamo de coração. Vem, esquece agora o mundo lá fora e vive um pouco mais aí, dentro desse lindo e gigantesco eu que te habita. Deposite a sua vida no meu colo e deixe-me cuidar de você. Eu bem sei que o mundo às vezes nos agride, e as pessoas, também. E algumas delas possuem vazios infindáveis e só por isso querem nos esvaziar. Mas não acredite nisso… Reaja aos impulsos desse insignificante nada. Seja, enfim, a essência de todo bem que carregas dentro da sua bagagem de mão. Vista-se com o melhor do amor que tens aí e vem. Esquece tudo e ama, porque isso basta!”

(Erica Gaião)

Publicado por Joyce Silva em 13/01/2013 às 22h23
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 21 de 50 « 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 » [«anterior] [próxima»]